Furioso, chef corta e come carne de cervo na frente de manifestantes veganos

Um grupo de veganos, que estava reunido na frente do restaurante ”Antler Kitchen & Bar”, no oeste da cidade canadense de Toronto, protestava contra o consumo de carne e derivados de animais no feriado de Páscoa quando foi surpreendido pelo chef do restaurante. O homem, Michael Hunter, especialista em cortes de animais selvagens, cortou e comeu carne de um cervo na frente dos manifestantes.

A polícia local, que supervisionava o protesto, tentou apaziguar a situação e conversar com o chef, mas não impediu que ele continuasse com as provocações. No vídeo abaixo divulgado pela UniLad, é possível perceber que os manifestantes não gostaram da reação de Hunter. ”Ele está deliberadamente nos zombando e nos provocando!”, diz um deles.

Em entrevista ao jornal canadense National Post, Hunter declarou que não sabe o motivo pelo qual o estabelecimento está sendo alvo de protestos. “Nossa identidade como restaurante é conhecida na cidade por uma produção ética”, afirmou.

uai.com.br