Após morte de cadela, Carrefour faz parceria com ONG para treinar funcionários e fazer castrações

Quase um mês após a morte da cadela Manchinha, o Carrefour anunciou nesta quinta-feira (20) uma parceira com a Ampara por ações em prol dos animais em todo o país. Concluído na semana passada, o inquérito apontou um funcionário terceirizado da loja de Osasco (SP) como o responsável pela morte.

A instituição auxiliará em iniciativas internas e externas. Isso inclui a criação de material de treinamento e sensibilização de funcionários e a revisão de procedimentos voltados à abordagem de animais abandonados nas lojas. A ONG também vai auxiliar a rede na coordenação de mutirões de castrações gratuitos em diversas regiões do país e na organização e implementação de eventos de adoção de animais nas lojas.

Segundo o Carrefour, a parceria prevê ainda campanha e ações educativas para sensibilizar consumidores sobre a proteção e defesa dos animais, e o suporte para estruturação do “Pet Day”.

A data foi anunciada no último dia 8, quando uma manifestação foi realizada no estacionamento do mercado para lembrar Manchinha. A previsão é que o “pet day” seja realizado anualmente no dia 28 de novembro —data da morte da cadela— quando, segundo o hipermercado, serão destinados recursos a ONGs e entidades que atuam na causa animal.

A Ampara receberá da rede apoio para o projeto “O Mundo animal de Bibi”, com episódios e livros para conscientização infantil.

Este é o primeiro termo de cooperação assinado “após o triste episódio ocorrido em Osasco“, afirma o Carrefour em nota. “O compromisso da empresa abrange ainda outras ONGs e entidades independentes que também estão colaborando de forma relevante na construção das outras iniciativas que serão anunciadas em breve.”

bompracachorro